(31) 3555-1194 - Fale em nosso Gabinete

CONHEÇA AS DOENÇAS TRATAS POR UM ONCOLOGISTA VETERINÁRIO

Os casos de câncer em animais são cada vez mais frequentes e para alcançar a cura, proporcionar melhor conforto e aumentar o tempo de vida dos bichinhos é preciso contar com um oncologista veterinário, profissional especializado no tratamento de tumores em gatos e cachorros.

Atuação do oncologista veterinário

Veterinário especialista em câncer, o oncologista veterinário é o profissional mais indicado para diagnosticar, tratar e acompanhar a evolução de tumores em animais domésticos, como cães e gatos.

Ele atua em parceria com o médico veterinário de confiança dos donos, profissional que geralmente não tem o conhecimento necessário para dar continuidade ao tratamento da doença.

Doenças tratadas pelo oncologista veterinário
O oncologista trata qualquer tipo de câncer, um conjunto de mais de cem doenças que apresentam o crescimento desordenado de células que invadem os órgãos e tecidos. A divisão das células acontece muito rapidamente, de forma agressiva e incontrolável, formando tumores malignos que podem se espalhar pelo corpo todo.

As causas mais prováveis de câncer estão ligadas a fatores genéticos ou do meio ambiente em que o animal vive, afirmam os oncologistas do Vet Quality Centro Veterinário 24h. Descubra na sequência os tipos de câncer mais comuns em cães e gatos, que podem ser tratados pelo oncologista veterinário:

Carcinoma


Comum em animais de pelagem branca ou bem clara, carcinoma pode ser causado pelo excesso de exposição ao sol. Atinge principalmente as regiões faciais do animal, áreas menos pigmentadas e pouco cobertas por pelo, como as pálpebras, nariz, orelhas e também a região abdominal.

O primeiro sintoma é o surgimento de manchas vermelhas na pele, seguidas de descamação ou feridas. Se detectado logo no começo, o carcinoma pode ser removido por meio de cirurgia, mas caso esteja em estado avançado, deve ser tratado por cirurgia, quimioterapia e eletroquimioterapia.

Mastocitoma


Outro tipo de câncer de pele, mais comum em cães, ocorre a partir dos mastócitos. Detectado em três graus diferentes, as chances de cura aumentam quando o tumor descoberto é de grau I.

O tipo de tratamento é definido a partir do estágio da doença. Algumas raças caninas são mais suscetíveis a esse tipo de câncer do que outras.

Osteosarcoma


Surge principalmente nos ossos das patas, gerando inchaço e dor nos membros. O primeiro sintoma do câncer é a dificuldade em andar. O tratamento consiste geralmente na amputação da pata atingida, quimioterapia e no uso de medicamentos que combatem a dor.

Linfoma


Os principais sintomas são inchaço do linfonodos internos e superficiais e aumento de tamanho de órgãos, como fígado, intestino, baço, rins, entre outros. O tratamento infelizmente não leva à cura, mas controla a doença e aumenta a expectativa e qualidade de vida do animal.

Os métodos mais indicados de tratamento são a quimioterapia e a cirurgia para retirada de algum órgão em casos mais sérios. Os gatos são atingidos principalmente pelo linfoma digestivo e mediastínica (aumento do tamanho dos linfonodos da cavidade torácica).

Câncer de mama


Ocorre com grande índice em fêmeas, mas também pode atingir machos. Se caracteriza pelo aumento das glândulas mamárias ou surgimento de pólipos ou nódulos nas mamas.

Com a evolução da doença, o animal pode sentir dor, começar a apresentar feridas que não se cicatrizam e expelir secreção das mamas. Os três principais fatores que influenciam no aparecimento do câncer de mama são a obesidade, o uso de anticoncepcionais para animais e a não castração.

Leucemia


Existem dois tipos de leucemia que atingem cães e gatos: a linfoide, caracterizada pela produção anormal de glóbulos brancos do tipo linfócitos pela medula óssea, e a Mieloide, quando as células mieloides, também classificadas como glóbulos brancos, são afetadas.

Os sintomas de ambas são muito parecidos podendo surgir anemia, fraqueza, dor nas articulações, perda de peso, febre e depressão. O tratamento mais indicado é a quimioterapia e medicamentos de apoio.

Tratamentos


Na maioria dos casos, quando um tumor é descoberto, o tratamento mais indicado é a cirurgia para a retirada do órgão afetado. O médico veterinário oncologista ou um cirurgião oncológico que devem planejar e executar a cirurgia. Para alguns tipos de câncer a cirurgia não é recomendada, sendo necessários outros tipos de tratamentos como a quimioterapia.

A quimioterapia para cães e gatos pode ser usada como um tratamento complementar pós-cirúrgico, para prevenir a metástase, ou como tratamento principal no caso de leucemias e linfomas. Os remédios utilizados são os mesmos usados para tratamento de seres humanos, mas em doses menores.

Apesar de menos agressivo, a quimioterapia também pode causar sintomas colaterais nos animais, como náuseas, vômitos, diarreias, queda de pelos, queda do número de células de defesa e anemia. Para minimizar esse sofrimento, o oncologista veterinário geralmente recomenda medicamentos e sessões de terapia de suporte.

A radioterapia também pode ser um tratamento eficaz para diminuir e controlar o tamanho do tumor em cães e gatos. Esse tratamento, que é bastante tolerado pelos animais e está se expandindo no país, não leva à cura, mas garante mais conforto e qualidade de vida.

Além da cirurgia, quimioterapia e radioterapia, os animais também podem ser tratados por um novo método que vem se disseminando recentemente no Brasil: a eletroquimioterapia. Ela consiste na combinação do uso de medicamento quimioterápico e a aplicação de um campo elétrico específico.

Diagnóstico


Os sintomas mais comuns apresentados por cães e gatos que estão com câncer são: surgimento de feridas que não cicatrizam, emagrecimento progressivo, aparecimento de nódulos, cansaço em excesso, dificuldade para beber água e se alimentar e dificuldade em andar.

Assim que notar qualquer um desses sintomas é importante levar o animal ao veterinário para que o especialista faça os exames necessários. Caso o resultado seja positivo para um tumor maligno, é recomendado consultar um oncologista veterinário, que proporcionará o melhor tratamento possível.

 

FONTE DA NOTÍCIA:

http://www.petrede.com.br/animais/oncologista-veterinario-conheca-as-doencas-tratadas-por-esse-profissional/

NOSSO ENDEREÇO


Av. dos Andradas, 3.100
Santa Efigênia -BH/MG
Sala: B-301 -CEP: 30260-900
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Tel:(31) 3555-1194