(31) 3555-1194 - Fale em nosso Gabinete

SOCIALIZAR CÃES ADULTOS É POSSÍVEL!

Na hora de adotar um cão, a maioria das pessoas acaba dando preferência para os filhotes por acharem que os adultos ou idosos poderão não se adaptar a outros cães, sua família ou ambiente.

Nessas situações não importa se o cão é vira-lata ou de raça, a adequação é uma questão de socializar o animal da forma correta e entender que o processo difere da socialização de um filhote.

Filhotes entre três e 20 semanas geralmente aceitam novas pessoas, lugares e cães de forma natural. Enquanto eles podem ser soltos juntos (em um ambiente estruturado e limpo) para aprender a interagir, a mesma prática pode ter efeitos prejudiciais em cães adultos. Embora existam exceções, cães socialmente maduros (entre um e três anos) normalmente não gostam de brincar com grandes grupos de cães desconhecidos. Eles podem tentar evitá-los, ficar perto de sua família humana ou mesmo rosnar para animais mais jovens e barulhentos que cheguem muito perto. Tal comportamento é frequentemente identificado erroneamente como anormal quando, na verdade, é bastante comum.

Então, como lidar com essa situação?

Para começar, é bom sair com ele para observar o movimento. Inicie o processo levando-o a um parque para que ele veja outros cães, mas evite entrar logo de cara. É preciso ter paciência para não forçar uma situação estressante ao seu novo amigo. Para andar na rua, uma dica legal é carregar consigo petiscos que ele realmente goste e recompensá-lo durante os passeios, em especial quando estiver próximo a outros cães. Faça-o sentar ou o distraia com brincadeiras no momento em que um cachorro estranho cruzar seu caminho e o recompense por seu silêncio e obediência.

Se ele começar a latir para outro cão, simplesmente afaste-o da situação e siga a caminhada apenas quando ele se acalmar (se possível após obedecer a algum comando, como sentar ou olhar para você). Evite puxar a coleira, dar trancos ou gritar com ele mediante a aproximação de outro cachorro. Isso reforça a visão de outros cães como uma experiência negativa. Lembre-se de nunca oferecer petiscos na tentativa de acalmá-lo, ou ele vai associar o recebimento da recompensa ao mau comportamento.

Uma boa tática de socialização para cães adultos é apresenta-lo a um cachorro por vez. Você pode combinar com algum amigo, que também tenha um cão, de passearem juntos de vez em quando. Uma caminhada descontraída pode ser muito benéfica para o processo. Mesmo que ele se mostre calmo na presença de animais desconhecidos, você não deve forçá-lo a interagir com eles, deixando-o livre para escolher seus próprios amiguinhos.

Se por acaso um deles se mostrar tenso, chame-o sem demonstrar nervosismo, mantendo a voz calma e segura, e afaste-o sem alarde da situação estressante. Aos poucos os colegas de passeio ficarão mais à vontade na presença um do outro e começarão a interagir naturalmente. É aí que você poderá considerar um período de brincadeiras, sem coleira, na sua casa ou de seu amigo.  Ensinar o comportamento adequado ao cão adulto e protegê-lo do contato indesejado ainda ajuda você a construir um relacionamento embasado em confiança com seu novo companheiro.

Além disso, uma das muitas vantagens de adotar um cachorro adulto é que você já o leva para casa tendo certeza sobre seu tamanho e temperamento, pontos importantíssimos na hora de escolher. Com essas dicas de socialização talvez os cães classificados como “antissociais” passem a ter uma chance. Na prática, basta ter paciência e vontade de vê-los felizes.

Fonte: http://vira-latas.com/portal/

NOSSO ENDEREÇO


Av. dos Andradas, 3.100
Santa Efigênia -BH/MG
Sala: B-301 -CEP: 30260-900
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Tel:(31) 3555-1194